Sem classificação

O que é a verdade?

Essa pergunta feita a muito tempo atrás ainda ecoa na história sendo levantada por muitos, sejam leigos ou entendidos, pobres ou ricos, grandes ou pequenos, todos nós buscamos e questionamos uma verdade.

 Sabemos que esse tema é abordado em diversas correntes acadêmicas, todavia aqui gostaria de abordá-lo numa corrente estritamente bíblica. Antes de mais nada a verdade é Deus, e por Ele ser o que é confere verdades a nós, portanto só podemos saber que existe verdade porque ela foi conferida a nós, e só a buscamos porque ela se tornou acessível.

Se Deus é a verdade, logo só há uma verdade porque Deus é um só, assim as verdades comunicadas por ele também são uma só, e estas são firmes, duradouras e incontestáveis, portanto são absolutas.

Uma das grandes complexidades da sociedade pós-moderna é tentar definir o que é verdade fugindo de uma verdade absoluta, nega-se a unidade, e estabelece-se a pluralidade, dessa forma, a verdade não é mais aquilo que vem de Deus e que portanto é uma só, mas é aquilo que é estabelecido pelo próprio homem e por cada homem e portanto são várias e assim relativas, diante disso verdade é o que cada um pensa e julga ser e não o que é de fato, indo mais além, o ser humano, mediante sua reivindicação de autonomia passa a julgar a verdade e não a ser julgado por ela.

Qual a diferença de Pilatos para o apóstolo Felipe? A diferença é que Pilatos quis saber o que é a verdade, Felipe todavia pediu para ver a verdade, ainda que ele não tenha falado dessa forma, como dissemos no início, só há uma verdade que é Deus, portanto Felipe estava pedindo para ver quem é a verdade, então Cristo respondeu “estou há tanto tempo convosco e  não tendes me conhecido?”, (Jo 14:9) portanto a verdade não é o que, mas, quem.

Diante disso a pergunta não é o que é, mas quem é a verdade, e isso já foi declarado algum tempo atrás nas seguintes palavras: “Eu sou o caminho, a verdade, e a vida”,(Jo 14:6) e este é o próprio Cristo, o Verbo encarnado, o Filho de Deus, o Messias enviado, o Cordeiro santo e imaculado.

Quanto mais o mundo moderno busca o que é a verdade tateando e vagueando cego por todos os lados, mais ele se afasta de quem é a verdade, e isso acontece porque este homem está cego e preso pela mentira, pois uma vez que nos afastamos de quem é a verdade nos tornamos reféns do que é mentira, todavia ele também disse, “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”, (Jo 8:32) assim, a libertação de uma sociedade permeada por relativismos e pluralismos, que nos levam a uma vida de incertezas e dúvidas, vazios e sem sentido algum, essa libertação está única e exclusivamente em Cristo Jesus, somente ele pode nos dar o conhecimento de quem é a verdade e assim vermos a Deus, e vendo-o passamos a contemplar tudo aquilo ele mesmo estabeleceu como verdades nessa terra.

Por Bruno Henrique de Lima
Igreja Presbiteriana do Brasil – Varginha
Seminário Teológico Carisma

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *